Analista destaca 3 criptomoedas que tiveram bom desempenho enquanto o Bitcoin caiu

No momento atual, 72 das 100 principais criptomoedas caíram mais de 90% de seus máximos de todos os tempos. Mas, mesmo no momento de queda atual, analistas identificaram tokens com potencial de alta.

De acordo com analistas, os tokens nativos de exchanges tiveram um desempenho melhor do que as criptomoedas, em geral.

Criptomoedas em baixa

Os eventos no ecossistema cripto aliados aos números negativos vindos da economia americana, derrubaram o preço do Bitcoin (BTC) que levou as demais criptos para baixo.

Para analistas, o colapso de Terra (LUNA), Celsius e Three Arrows Capital e USDD ajudaram a derrubar os preços.

“Estes eventos alimentaram um sentimento de baixa entre os investidores”, apontam.

Mas, enquanto 72 das 100 principais criptomoedas caíram 90% de seus máximos históricos, ativos digitais com grande valor de mercado caíram menos de 90% em relação ao pico.

Criptomoedas

O banho de sangue atingiu também as memecoins e altcoins de menor valor de mercado.

No entanto, os analistas observaram que os tokens de exchanges tiveram um desempenho melhor do que as demais criptomoedas.

Eles também caíram, mas estão, em média, 60 a 70% abaixo de seu recorde histórico, apontam.

O token LEO foi identificado como o de melhor desempenho no período. O ativo integra a Bitfinex e outras plataformas de negociação gerenciadas pela empresa-mãe iFinex.

LEO está a menos de 40% de sua alta histórica de US$ 8,14. Além disso, houve uma atividade de “compra agressiva” desde a queda de preço. O token de utilitário baseado em Ethereum oferece aos comerciantes taxas reduzidas na Bitfinex.

Analistas avaliaram a tendência de preço da LEO e identificaram um impulso de alta no token nativo da Bitfinex. Assim, se o preço de LEO ultrapassar o nível de US$ 5,58, poderá atingir US$ 5,79 antes de outra retração em sua tendência de alta.

Ademais, a lista também inclui o token FLEX, que é usado para pagar transações e reduzir as taxas de negociação na Coinflex.

Especialistas acreditam que a recente implementação do mecanismo de queima no FLEX melhorou o desempenho do preço. Afinal, ele está “apenas” 37% abaixo de sua alta histórica de US$ 7,56.

Por fim, o KCS da KuCoin estão quase 60% longe de seu recorde histórico. O token padrão ERC-20 executa quase as mesmas funções que LEO e FLEX e é um token nativo para o KuChain.

Ao mesmo tempo, Ethereum, Shiba Inu, Dogecoin e Solana estão sendo negociadas quase 90% abaixo de sua alta histórica. Mas houve um aumento no acúmulo de baleias no caso de Shiba Inu.

No entanto, o mesmo não é válido para outras memecoins ou tokens “Ethereum-killers”.

Leia também: O que acontece se o Bitcoin cair abaixo de US$ 20 mil?

Leia também: ETFs brasileiros de criptomoedas acumulam quedas de até 70% em 2022

Leia também: Relatório do BIS pede que seja ilegal prática usada pelo mineradores de Ethereum