Armadores terão ressaltado aumento no seguro | SEGS

De convénio com dados de órgãos especializados na navegação marítima global de cargas, de janeiro a outubro de 2021, foram registrados 801 acidentes e incidentes marítimos envolvendo navios mercantes em todo o mundo. São acidentes de diversas naturezas, com danos nas embarcações, a terceiros e as cargas transportadas. Entre os acidentes ocorridos no período indicado, 43 embarcações tiveram perda totalidade. Os acidentes comuns, porquê por exemplo com balsas, barcos, barcos de pesca e navios com problemas sem urgência de reboque não são monitorados e reportados.

A exploração desses números permite um melhor comitiva pela indústria de seguros visando a identificação de novos riscos, ameaças e oportunidades para o setor de seguros marítimos e de transportes.

Diante do crescente número de sinistros registrados nos últimos três anos, o setor de transporte marítimo global está apreensivo e assustado com tantos acidendes e prejuízos. Esta situação levou dois P&I Clubs britânicos a requistar valores adicionais sobre os orçamentos originais para entupir prejuízos e anunciar que os custos de seguro irão aumentar significativamente em 2022, pois além dos acidentes marítimos inclui-se também as reclamações de sinistros relacionados à Covid-19. Não há perspectiva de recuperação rápida e projeta-se péssimos resultados financeiros para 2022.

Recentemente, o London P&I Club convocou seus membros com um pedido suplementar de 25% sobre os orçamentos originais. A última vez que o London Club pediu quantia suplementar foi durante a crise financeira mundial de 2008. O West of England P&I Club pediu a seus membros, um suplementar de 15% nas taxas originais. Outros clubes P&I anunciarão suas intenções de preços para 2022 em breve. Comentários em Londres sugerem que os clubes UK, Britannia e Gard pedirão um aumento de 10% sobre os valores contribuidos inicialmente, atitude que certamente será seguida pelos demais clubes. Esses pedidos adicionais são demasiadamente elevados para o setor marítimo, que tinha no supremo aumento anual de 5% em anos anteriores e já era considerado muito cume.

Os clubes P&I London e West of England enfatizaram ainda que, as taxas atuais são muito baixas e devem aumentar para melhor equiparar o prêmio aos sinistros, mormente em um envolvente em que os retornos de investimentos não suportarão perdas técnicas contínuas.

P&I Clubs, são clubes que funcionam porquê seguradoras, mas não são seguradoras. É um sistema de mutualismo formado pelos armadores e donos de navios, com a finalidade de complementar o seguro normal, protegendo navios e respectivas cargas contra sinistros que envolvam responsabilidade. Cada membro do clube paga a sua parcela do prêmio e as indenizações são extraídas dos fundos coletivos.

O P&I – Protection and Indemnity (Proteção e Indenização), garante os riscos de responsabilidade social perante terceiros, de natureza casual de danos materiais causados pelo navio, por: colisão com outra embarcação; danos provocados ao cais, docas, equipamentos ou instalações portuárias por choque; danos às cargas transportadas; lesão corporal de membros da tripulação e passageiros enquanto na embarcação; poluição ambiental; e riscos de guerra.

Aparecido Rocha – insurance reviewer