terça-feira, dezembro 7, 2021
InícioCelebridadesDe reis a artistas, os nomes dos Pandora Papers

De reis a artistas, os nomes dos Pandora Papers

A lista mais relevante é a que identifica 14 líderes mundiais no ativo que esconderam fortunas de milhares de milhões de dólares para não pagarem impostos. Entre eles destacam-se:

O rei da Jordânia

Desde que chegou ao poder, em 1999, o rei Abdullah II adquiriu 14 luxuosas propriedades nos Estados Unidos (uma, no valor de 106 milhões de dólares, em Malibu, na Califórnia) e no Reino Unificado (em Londres e Ascot), graças a uma rede de sociedades ‘offshore’, situadas em paraísos fiscais porquê as Ilhas Virgens.

Os advogados do régio disseram ao ICIJ que as compras foram feitas com a sua riqueza pessoal e que o recurso a sociedades ‘offshore’ foi feito por razões de segurança e discrição.

O primeiro-ministro da República Checa

Antes de ser primeiro-ministro, Andrej Babis já era milionário e colocou 22 milhões de dólares em empresas-fantasma que serviram para financiar a compra do fortaleza Bigaud, uma grande propriedade situada em Mougins, no Sul de França.

Não há qualquer menção na enunciação de património que Andrej Babis teve de apresentar quando entrou na política.

O primeiro-ministro checo, que está envolvido num caso de fraude a fundos europeus e de conflito de interesses, já reagiu à investigação dizendo que não cometeu nenhuma ilegalidade e que tudo não passa de uma manobra destinada a “denegrir” a sua imagem antes das eleições legislativas agendadas para 08 e 09 de outubro.

LINKS PATROCINADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS MAIS RECENTES