sábado, novembro 27, 2021
InícioTecnologiaMoisés fala sobre tecnologia e inovação, carvão e remuneração dos professores

Moisés fala sobre tecnologia e inovação, carvão e remuneração dos professores

O primeiro encontro do Giro Inova SC, promovido pela ACAFE – Associação Catarinense das Fundações Educacionais ocorre na noite desta quinta-feira, dia 21, no auditório da Universidade do Extremo Sul de Santa Catarina (Unesc). O governador Carlos Moisés, que marca presença no evento, conversou com a prelo, pouco antes de ministrar uma palestra,  dentro da programação prevista para fechar às 22 horas. 

O governador destacou que o rotação que trata de inovação e tecnologia inicia em Criciúma e passará por outras regiões do Estado. Ele destacou ainda que a escolha da lisura na Unesc, não foi por contingência. “Além do Núcleo de Inovação que já investimos Estado à fora, estamos em processo de construção de um espaço de inovação ligado à universidade”. O governador ainda respondeu outras questões sobre a remuneração dos professores e situações ligadas ao carvão. 

Professores

Depois de ter aprovada na Alesc a proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece a remuneração mínima de R$ 5 milénio para o magistério estadual,  O Governo do Estado apresentou na Reunião Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), na última terça-feira, o projeto de reajuste da tábua do magistério, valorizando a qualificação dos professores. Ao mesmo tempo, o Governo vai investir em bolsas de pós-graduação aos profissionais, garantindo a oportunidade para a progressão na curso. 

Entretanto a valorização dos professores ainda justificação debate. “Acredito que damos um grande passo quando estabelecemos uma remuneração mínima para os professores de Santa Catarina na base de R$5 milénio. De trajo, por conta até de uma reforma da Previdência, pode ter malogrado algumas expectativas iniciais, mas vejam, estamos investindo também na previdência dos servidores, estamos investindo no porvir dos servidores e ao mesmo tempo temos que fazer gestão desse processo até que tenhamos exigência e orçamento para seguir ainda mais na valorização dos professores. Pode não ser aquilo que se esperava, o ideal, mas era o que o momento nos oportuniza considerando que já demos um grande passo na remuneração mínima, que de trajo Chacoalhou as estruturas da Instrução”, disse Moisés.

Carvão 

Na semana passada o Portal Engeplus informou, que a Federação dos Mineiros do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina (Fetiec) buscava tratar com o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés sobre a prestígio do carvão para o estado catarinense e também falar sobre o Projeto de Lei (PL) 270/2021 que o Poder Executivo encaminhou à Reunião Legislativa propondo a geração de uma política estadual voltada ao carvão mineral catarinense. 

Nesta quinta-feira, dia 21, o governador afirmou que ocorreu uma eunião com quem está investindo e que está ocorrendo a transição. “Mas para podermos amparar toda essa enxovia produtiva do carvão cá no Sul do Estado, não pode parar a atividade”, disse. Ele citou algumas notícias boas para o Estado porquê a venda do Multíplice Termelétrico Jorge Lacerda para uma outra empresa, “que pretende dar continudade à exploração”, e voltou a pontuar a transição justa.

“Temos projeto, já dialogamos com a empresa no sentido de novos investimentos, utilização de gás proveniente, enfim, e encontrar nos próximos 10, 15 anos saídas, não paramos de estudar, investir para o carvão cá em Santa Catarina , reunir valor a ele, melhorar e ampliar a tecnologia para que tenhamos não só a subtracção do uso, a descarbonização, mas ao mesmo tempo também a subtracção de emissão de poluentes e também o passível ambiental que nos restou cá, a ininterrupção da ação com a geração prevista em lei, inclusive da política do carvão e um fundo para que a gente possa estar restabelecendo as condições ambientais cá no Sul de Santa Catarina”, completou.

LINKS PATROCINADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS ACESSADOS

COMENTÁRIOS MAIS RECENTES